• frentecomumsite

Assistência a filhos: governo promove discriminação

Com a entrada em vigor do Orçamento do Estado para 2020, entram em vigor as medidas anunciadas de pagamento a 100% da remuneração de referência em caso de assistência a filhos.

A Frente Comum de Sindicatos da Administração Pública, face à atitude incompreensível do governo, que, alertado várias vezes para o assunto, não procedeu à alteração legislativa necessária para garantir a igualdade de tratamento aos trabalhadores da Administração Pública integrados no regime de proteção social convergente, que continuarão a ser pagos a 65% nos termos da lei, exige que os serviços, sob pena da violação do princípio da igualdade, paguem a 100% a todos os trabalhadores e o governo proceda de imediato à correção desta grave injustiça.


É URGENTE GARANTIR A IGUALDADE NA ASSISTÊNCIA A FILHOS!


FCSAP, Lisboa, 2 de abril de 2020

123 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Doenças e acidentes profissionais

Frente Comum no parlamento para exigir o fim à lei que impede indemnizações por doenças e acidentes profissionais Não desistimos deste combate!

Proposta Reivindicativa Comum 2021

A situação actual, de particular exigência e complexidade, permitiu revelar de forma inequívoca o papel determinante dos trabalhadores da Administração Pública e dos serviços públicos na resposta às n

Avenida Engenheiro Arantes e Oliveira, Nº3, 1ªA - 1900-221 Lisboa

Telefone : 21 317 2480 * Fax : 21 315 2820 /  21 317 2489

  • Ícone do Facebook Branco